Governador João Azev√™do não presta solidariedade à fam√≠lia de beb√™ que morreu à espera de leito de UTI Neonatal

Por Redação - Além do Fato em 17/05/2023 às 04:22:40

Na manhã desta terça-feira (16), um beb√™ de apenas 41 dias de vida faleceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Cajazeiras, no Sertão da Para√≠ba, após aguardar por v√°rias horas por um leito de UTI Neonatal na rede estadual.

O pequeno Enzo Diego, de 41 dias de vida, deu entrada na UPA por volta das 14h13 da segunda-feira (15), apresentando sintomas de complicações respiratórias agudas, como tosse cheia e tristeza. Ele foi atendido pela médica plantonista, que solicitou exames laboratoriais e um raio-x.

Os resultados dos exames apontaram que Enzo estava sofrendo de Bronquiolite Viral Aguda, uma condição que requer cuidados intensivos. No entanto, devido à falta de leitos de UTI neonatais na região, o beb√™ teve que permanecer internado na UPA aguardando transfer√™ncia para um hospital com capacidade para atend√™-lo.

A falta de leitos de UTI neonatais no interior do estado tem gerado repercussão e questionamentos sobre as medidas adotadas pelas autoridades de sa√ļde. Pol√≠ticos e gestores da √°rea t√™m se pronunciado para explicar a aus√™ncia dessas unidades na cidade e quais são as chances de abertura de uma UTI neonatal ou pedi√°trica. No entanto, até o momento, o governador João Azev√™do não prestou solidariedade à fam√≠lia enlutada, o que causou indignação e revolta por parte dos familiares da v√≠tima.

De acordo com a Secretaria de Estado da Sa√ļde (SES), foram abertos 313 leitos destinados ao atendimento de s√≠ndromes respiratórias até o dia 11 deste m√™s. Dentre esses, 268 são leitos de enfermaria e 45 são de UTI. A SES informou também que existem 247 leitos pedi√°tricos dispon√≠veis e que mais 62 serão abertos nos próximos dias, incluindo o Hospital Regional de Cajazeiras (HRC).

A falta de leitos de UTI neonatais na região levanta questões sobre a capacidade do sistema de sa√ļde estadual em atender casos emergenciais e a necessidade de investimentos na infraestrutura hospitalar.

Comunicar erro
Governo Federal

Coment√°rios