PMJP - Maio

Governador João Azevêdo ignora problemas estruturais do Hospital Infantil Arlinda Marques e unidade volta a ser esvaziada por causa de vazamento de gás

Por Redação - Além do Fato em 21/05/2022 às 01:47:30

Pela segunda vez em menos de 10 das, um vazamento de gás provocou pânico no Hospital Infantil Arlinda Marques, em João Pessoa. O segundo caso aconteceu no início da noite desta sexta-feira (20), por volta das 18h30, e toda a ala de emergência precisou ser esvaziada.

Como primeira medida, os pacientes da emergência foram todos transferidos para o ambulatório, até que o problema seja localizado e corrigido. Pra além disso, a internação de novas crianças ficam suspensas, mantendo-se apenas aquelas já internadas anteriormente.

Pouco depois do problema, inclusive, dois pais com seus respectivos filhos tiveram o atendimento negado, justamente por causa do problema, e saíram do local se dizendo frustrados.

A direção do hospital não deu entrevistas. E se resumiu a dizer que a orientação é que ais e responsáveis procurem as Unidades de Pronto Atendimento espalhadas pela cidade.

No dia 11 de maio, problema semelhante já tinha sido registrado na mesma unidade hospitalar. Naquela oportunidade, o Pronto Atendimento e a Ala Amarela precisaram ser evacuadas.

Procurado pela reportagem do Além do Fato, durante visita ao município de São Sebastião do Umbuzeiro, onde cumpria agenda, o governador da Paraíba, João Azevedo Lins Filho (PSB), preferiu não comentar sobre o incidente no Hospital Arlinda Marques, em João Pessoa.




Comunicar erro
Governo Federal

Comentários