Presidente da Federação Brasil da Esperança na Para√≠ba admite possibilidade do PV e PCdoB abandonarem projeto de reeleição do prefeito C√≠cero Lucena

Por Redação - Além do Fato em 05/06/2024 às 16:52:23

Um dia após os diretórios estaduais e municipais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e do Partido Verde (PV) divulgarem uma nota conjunta reafirmando o apoio dessas duas legendas partid√°rias ao projeto de reeleição do prefeito da capital, C√≠cero Lucena (PP), a presidente estadual da Federação Brasil da Esperança na Para√≠ba (FeBrasil-PB), Gregória Ben√°rio, trouxe à tona uma potencial mudança no cen√°rio pol√≠tico.

Em entrevista ao programa Correio Debate, Ben√°rio admitiu a possibilidade de um rompimento dos partidos PV e PCdoB com o projeto de reeleição de C√≠cero, caso a federação decida pela candidatura própria de Luciano Cartaxo. Cartaxo, ex-prefeito de João Pessoa, é visto como o poss√≠vel indicado da federação para encabeçar a chapa majorit√°ria.

Questionada pelo jornalista L√°zaro sobre a obedi√™ncia às decisões da federação, Gregória Ben√°rio foi categórica ao afirmar que todos os membros deverão seguir a determinação federal. "A gente tem que seguir a decisão da federação. Se a Federação definir que vai ter que sair com candidatura majorit√°ria, vai ter que acompanhar", declarou Ben√°rio.

Esta declaração sinaliza um poss√≠vel conflito interno na federação, composta por partidos tradicionalmente alinhados com o projeto de C√≠cero Lucena. A mudança de postura pode causar um impacto significativo nas estratégias eleitorais da capital paraibana, onde alianças pol√≠ticas são cruciais para o sucesso nas urnas.

O cen√°rio agora depende da decisão da FeBrasil em n√≠vel nacional, que, se optar por lançar Cartaxo como candidato majorit√°rio, obrigar√° os partidos locais a realinharem suas estratégias e apoios, possivelmente resultando em um racha com o atual prefeito. Este desdobramento promete movimentar o tabuleiro pol√≠tico de João Pessoa nos próximos meses, com implicações profundas para a campanha eleitoral de 2024.

Os desdobramentos desta poss√≠vel mudança de rumo serão acompanhados de perto pelos analistas pol√≠ticos e pela população, que aguarda ansiosamente para ver como esta disputa interna se resolver√° e quais serão os impactos nas alianças tradicionais da cidade.




Comunicar erro

Coment√°rios