Vi√ļva de Delegado critica Governo da Para√≠ba por falta de reconhecimento aos Profissionais da Segurança P√ļblica

Por Redação - Além do Fato em 03/11/2023 às 21:52:35

No comovente enterro do delegado Marcos Vasconcelos, ocorrido esta semana, a viúva expressou sua indignação em relação à falta de compromisso do Governo da Paraíba com os profissionais da Segurança Pública. Enquanto lamentava a perda do marido, a viúva expôs questões cruciais sobre as condições e o reconhecimento dos agentes que dedicam suas vidas à proteção da sociedade.

Marcos Vasconcelos faleceu aos 70 anos, sem ter a oportunidade de se aposentar. A viúva revelou que a razão era a falta de garantia de uma aposentadoria que proporcionasse uma qualidade mínima de vida à família. O delegado não se aposentou porque, caso o fizesse, não receberia o suficiente para assegurar um padrão digno de vida para os seus entes queridos. Esta situação decorre do descumprimento, por parte do governo estadual liderado pelo governador João Azev√™do, da Lei da Paridade e Integralidade, que visa garantir aos policiais o direito de se aposentarem com vencimentos equiparados aos sal√°rios recebidos durante o serviço ativo.

"O Governo da Paraíba não reconhece o trabalho da polícia, quando um policial se aposenta, passa por necessidades", afirmou a viúva, ressaltando a discrep√Ęncia entre o reconhecimento do governo e a realidade enfrentada pelos agentes da lei ao encerrar suas atividades laborais.

A viúva aproveitou o momento de luto para expor as vicissitudes da vida policial, os sacrifícios, o risco constante assumido por esses dedicados servidores, que muitas vezes não são devidamente reconhecidos pelos governantes.

A situação narrada durante o enterro do delegado Marcos Vasconcelos traz à tona uma problem√°tica sensível que clama por atenção e ação por parte das autoridades. É um apelo não só pela valorização e reconhecimento dos profissionais da Segurança Pública, mas também por uma mudança efetiva que garanta a dignidade e o sustento adequado para esses servidores e suas famílias após anos de serviços prestados.

Diante desse cen√°rio, espera-se que a exposição destas questões sensíveis durante um momento de luto promova reflexão e a tomada de medidas que assegurem a devida consideração e justiça para aqueles que arriscam suas vidas em prol da segurança da sociedade.




Comunicar erro

Coment√°rios

Governo Federal