João Azevêdo acompanha obras da dragagem do Porto de Cabedelo que recebem investimentos superiores a R$ 95 milhões de recursos próprios do Governo do Estado

Por Redação - Além do Fato em 08/12/2022 às 01:51:52

O governador João Azevêdo Lins Filho (PSB) esteve, nesta quarta-feira (7), no município de Cabedelo, ocasião em que acompanhou as obras da dragagem do porto, que recebem investimentos superiores a R$ 95 milhões de recursos próprios do Governo do Estado. Os serviços visam o aprofundamento do canal de acesso, que passará de 9,14m a 11 metros de profundidade, permitindo o recebimento de navios de até 55 mil toneladas, o aumento da geração de emprego e o fomento da economia paraibana.

Na oportunidade, João Azevêdo se reuniu com representantes da Companhia Docas, Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Capitania dos Portos e da empresa DTA Engenharia, responsável pelas obras, e destacou a importância do investimento. "Essa é uma ação extraordinária, que trará para o Porto de Cabedelo uma grande atualização e capacidade de operação. São quase R$ 100 milhões de recursos do estado na porta de entrada e saída de produtos do nosso estado e estou muito alegre de compartilhar esse momento tão importante para a economia de Cabedelo e da Paraíba", frisou.

A presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, afirmou que o investimento tornará o Porto de Cabedelo mais competitivo. "A dragagem é um momento histórico para Cabedelo e para a Paraíba, uma ação do governador João Azevêdo que atende à necessidade de aprofundamento do canal de acesso, ampliando os operações do Porto. As empresas que operam conosco, já sabendo das obras, estão se posicionando em relação ao cronograma para que possam operacionalizar com um volume maior de carga, isso barateia o custo e dinamiza as operações", pontuou.

O gerente de Engenharia da empresa DTA, Gustavo Giorgiano, destacou os avanços da obra desde o seu início. "Nós estamos finalizando a etapa da dragagem de manutenção, trabalhando na dragagem de aprofundamento, já com 40% da obra concluída, tudo dentro do cronograma. A previsão de conclusão é em meados do próximo ano e estamos com duas dragas em operação, que trabalham 24 horas por dia e os sete dias da semana", explicou.

Comunicar erro
Governo Federal

Comentários