Adjany Simplicio, candidata do PSOL ao Governo da PB, defende educação sexual e de gênero nas escolas da PB

Por Redação - Além do Fato em 25/09/2022 às 01:43:04

A candidata ao Governo do Estado da Paraíba pelo PSOL, Adjany Simplicio, encerrou a série de sabatinas do programa Hora H, da Rede Mais Rádios, com os candidatos a governador. A professora destacou que deseja transformar a escola em um meio de tornar as próximas gerações mais críticas e conscientes, tanto na questão polícia, social quanto sexual.

"Eu e o PSOL, a gente entende que a educação tem que ter um compromisso, que está escrito na Constituição, na construção da cidadania. A preparação para o mundo do trabalho inclui discussões sociais que são pertinentes a nossa vida. A escola é um pedaço da sociedade, e a gente não pode deixar ela sem discutir. Então, um plano de educação que se responsabilize com a construção da cidadania tem que trazer elementos que atravessam as discussões sociais, a sociedade, para dentro da escola, no sentido de fortalecer a crítica", ressaltou a candidata.

Com isso, temas que são polêmicos na sociedade e que envolvem minorias, como a população negra e a LGBTQIA+, são fundamentais de serem abordados, de acordo com Adjany. Entre eles, está a educação sexual nas escolas, assunto que já foi bastante criticado por setores mais conservadores da sociedade e alvo de fake news, como a mamadeira em formato de pênis, que ganhou notoriedade durante as Eleições 2018.

Comunicar erro
Governo Federal

Comentários