PMJP - Julho

Investimento de R$ 918 mil: Agricultores dos municipios de Conceição e Diamante, no sertão da Paraíba, recebem novas moradias do Governo Federal

Por Redação - Além do Fato em 02/08/2022 às 04:11:30

amílias de agricultores assentadas em duas áreas da reforma agrária na região do Sertão da Paraíba receberam, nesta quinta-feira (28), 27 moradias construídas com recursos do Crédito Instalação na modalidade Habitacional – um investimento de R$ 918 mil.

No Projeto de Assentamento Ananias Pereira – localizado no município de Conceição, a cerca de 500 quilômetros da capital João Pessoa –, 19 famílias assentadas na área de 1.196 hectares, transformada em assentamento pelo Incra em 2012, foram beneficiadas com novas moradias em alvenaria.

Outras oito unidades habitacionais foram entregues no Projeto de Assentamento Mata Verde – no município de Diamante, a aproximadamente 450 quilômetros da capital paraibana. Na área, que tem 535 hectares e foi criada pelo Incra em 2011, estão assentadas 14 famílias de agricultores.

Algumas das famílias beneficiadas ainda moravam em casas de taipa, que ofereciam péssimas condições de habitabilidade. As casas construídas nos dois assentamentos têm sala, cozinha, dois quartos, um banheiro e lavanderia.

As moradias foram construídas pela Associação dos Moradores do Olho D"Água do Capim (AMODC) – entidade credenciada pelo Incra para a elaboração e a execução das obras.

Os próprios assentados gerenciam o dinheiro e acompanham todo o processo de construção das moradias, desde a escolha da planta da edificação.

A construção das casas, com mão de obra preferencialmente local, está sendo supervisionada pelos técnicos da Divisão de Desenvolvimento e Consolidação do Incra/PB.

Crédito Habitacional
O valor liberado para cada família, na modalidade Habitacional do Crédito Instalação, é de R$ 34 mil.

O beneficiário terá prazo de três anos, a contar da data de liberação do crédito, para o pagamento em parcela única, com juros anuais de 0,5% e desconto de 96% do saldo devedor. Em caso de inadimplência, será cobrado o valor integral, mais juros e multa.

Comunicar erro
Governo Federal

Comentários