Daniella Ribeiro, Veneziano e Nilda Gondim gastaram mais de R$ 170 mil com passagens áreas em 2021

Por Hagnon Halberto em 03/11/2021 às 15:08:39

Embora ainda gradual, o retorno das atividades presenciais no Senado Federal tem feito parlamentares aumentarem os gastos com viagens. Graças à reabertura do plenário, antes fechado em função da pandemia da Covid-19, e à volta das comissões parlamentares, foi registrado um aumento considerável no gasto com passagens aéreas e terrestres para os senadores em 2021. Vale lembrar que o gasto com passagens aéreas é legal e está previsto na cota parlamentar, que é uma verba destinada para custear os gastos dos parlamentares.

Apesar do crescimento nas despesas, o cenário era esperado, uma vez que, no ano passado, a Casa funcionou de maneira semipresencial. Ou seja, os senadores participavam virtualmente das sessões em seus respectivos estados.

Chama a atenção, porém, o aumento significativo nos gastos com locomoção da bancada da Paraíba no Senado. Conforme levantamento feito pelo Além do Fato no Portal da Transparência do Senado, a senadora Daniella Ribeiro (Progressista) gastou R$ 96.013,10 com passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais, em 2021.O senador Veneziano (MDB), vice-presidente do Senado, gastou R$ 62.188,10. Já a senadora Nildan Gondim (MDB), que assumiu a cadeira após o falecimento de José Maranhão, gastou pouco mais de R$ 15 mil.


Comunicar erro
Vacina - Governo Federal

Comentários