Ricardo Coutinho precisará de maioria qualificada na Assembleia Legislativa para reverter decisão do Tribunal de Contas

Por Hagnon Halberto em 19/08/2021 às 17:39:33

O desafio do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), no sentido de reverter a reprovação das contas na Assembleia Legislativa (ALPB), não será nada fácil. O projeto deve ser encaminhado pelo Tribunal de Contas do Estado para ALPB nos próximos dias.

Para reverter o parecer do TCE, Ricardo precisa de 22 dos 36 votos dos parlamentares, ou seja, maioria qualificada. Só a bancada de oposição conta com 12 deputados. Além disso, o deputado Anísio Maia (PT), em tese, votará contra Ricardo.

Afora isso, a bancada do governador João Azevêdo (Cidadania), adversário político do ex-governador, conta com 24 deputados. Dificilmente, Ricardo escapara da inelegibilidade por mais oito anos.

O socialista, atualmente, já está inelegível por causa da condenação no TSE, em 2020, referente ao uso do empreender de forma eleitoral na eleição de 2014. Ele só disputou as eleições para prefeito de João Pessoa porque conseguiu o registro de candidatura antes da condenação pela corte eleitoral.

Comunicar erro
Vacina - Governo Federal

Comentários